sexta-feira, 13 de maio de 2011

Poesia - Pedro Bandeira - Quincas Maluquinho



QUINCAS MALUQUINHO



ESTE É O QUINCAS,

AI QUE LEVADO!

FEITO MACACO,

ENDIABRADO!

SOLTA GALINHA

DO GALINHEIRO.

SOBE NO MURO

O DIA INTEIRO.

LÁ NO COQUEIRO,

CATA COQUINHO.

AI QUE MOLEQUE

MAIS MALUQUINHO!



PEDRO BANDEIRA


2 comentários:

Angel@ disse...

Oi, querida! Vim te agradecer pela visitinha e pelas doces palavras. O seu blog é muito interessante! Já estou te seguindo também. Beijos
Que Deus te ilumine sempre!

Juliano Quinca da Silva disse...

Porque diabos o meu sobrenome ? porque Senhor ? :/